Hino da Harpa 008 – Cristo, o Fiel Amigo

1 Cristo Jesus é fiel amigo
Ele só, ele só
E nas fraquezas está comigo
Ele só, ele só

E nas lutas de cada dia
Cristo nunca me deixa só
Pois ele é meu seguro guia
Ele só, ele só

2 Não há amigo mais nobre e digno
Não, não há; não, não há
Nem mais humilde e mais benigno
Não, não há; não, não há

3 Ao pecador perdoar anela
Ele só, ele só
E pelos seus santos sempre vela
Ele só, ele só

4 Deus, em seu filho, se há comprazido
NEle só, nele só
Mas sua glória me há repartido
DEle só, dele só

5 NEle nós temos um firme guia
Nele só, nEle só
A noite enche de alegria
Ele só, ele só

J.R José Rodrigues – Autor do hino 08 da Harpa Cristã

Hino 008 – Cristo, o Fiel Amigo

O hino que hoje temos a satisfação de postar é o de nº 8 de nossa Harpa Cristã – “CRISTO, O FIEL AMIGO“. Pode-se procurar no mundo inteiro um amigo mais fiel que Jesus, que não vai achar. N’Ele sim podemos confiar.

Este maravilhoso hino foi escrito por Johnson Oatman Junior (1856-1922), um poeta cristão norte-americano. Em 1892, contando com 36 anos de idade, ele começou escrevendo canções evangelísticas, e, daí em diante, até a sua morte em 1922, ele escreveu aproximadamente 3.000 textos de hinos evangélicos. Calcula-se que ele criou em média 4 a 5 textos novos cada semana, durante os últimos 30 anos de sua vida. Mas curiosamente ele não recebeu nem mais que um dólar para cada uma das suas canções. Os textos dele sempre gozavam de boa aceitação entre os principais compositores de música gospel de sua época, inclusive de Charles Gabriel (1856-1932), William James Kirkpatrick (1838-1921) e Edwin Excell (1851-1921).

Em 1895 escreveu a letra do hino “There’s not a friend like the lowly Jesus”, que foi musicada por George C. Hugg (1848-1907), compositor, editor musical, regente de coro e diácono da Igreja Presbiteriana “Harper Memorial”, em Philadelphia. Hugg publicou muitas coleções de cântico para a Escola Dominical.

O hino figurado no “Cantor Cristão” (nº 81) e na “Harpa Cristã” (nº 8), em tradução de Albert Lafayette Dunstan e José Rodrigues, respectivamente, que seguem de perto o original inglês.

Deixe um comentário